...
 

Prefeito cobra novas regras para instalação de postes em Porto Acre

O chefe do executivo municipal, prefeito Bené Damasceno, ao retornar de Brasília-DF no sábado, onde teve diversas agendas em busca de recursos para o município, se deparou com uma situação inusitada, envolvendo a concessionária de energia elétrica do Estado, a Energisa. O prefeito foi surpreendido com a colocação de postes de energia fixados bem em cima da calçada da ladeira que segue logo após o posto de gasolina rumo a praça na Vila do Incra.


Assista o video

De imediato, o prefeito parou para conversar com os funcionários e técnicos da Energisa que estavam executando os serviços e com o responsável pela obra e requereu de imediato a suspensão da instalação do poste. Bené pediu que eles realizassem um novo estudo acerca da localização da instalação dos postes, e propôs uma reunião na próxima terça-feira, 26, na Câmara Municipal com a presença dos Vereadores, Ministério Público, Diretores da Energisa para buscar solução para o município e a comunidade.


Infelizmente, não tinha conhecimento desta obra e vou cobrar pessoalmente providências sobre esta questão e adianto "vou reivindicar novas regras a Câmara Municipal para instalação preferencial dos postes que sustentam as redes aéreas de distribuição de energia elétrica, em áreas urbanas, nas divisas de lotes, e na área rural, debateremos as melhores alternativas" pontou o prefeito.


Bené disse também que os postes que dificultem ou impeçam o acesso de pessoas ou veículos à área interna de imóveis urbanos, fará com que a Energisa faça o remanejamento, sem ônus para os proprietários ou locatários. "Nosso objetivo é que a obrigação só não vale para os postes que tenham sido relocados nos últimos dez anos, interesses econômicos" finalizou.


Peço desculpas a comunidade, não tinha conhecimento da instalação do posteamento, mas agora que tomei conhecimento, estou mobilizando as autoridades e entidades responsáveis e a empresa, para debatermos e propormos solução em conjunto com a comunidade.

0 comentário