Porto Acre adere ao Plano de monitoramento de idosos e pacientes crônicos em UTIs Covid-19

Objetivo é diminuir em até 50% a incidência de contaminação, de internações e de mortes de idosos e em condições crônicas de saúde

A Prefeitura de Porto Acre, gestão Bené Damasceno, adere ao Plano de Monitoramento intensivo para pessoas idosas e com doenças crônicas da Atenção Primária no combate ao COVID-19.


O plano foi concebido pela Secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) como um conjunto de ações que permitirá reduzir consideravelmente o número de internações de idosos e de pacientes com problemas crônicos nas UTIs Covid-19 do estado. Assim, com a adesão, o prefeito determinou o treinamento da equipe municipal de saúde, para que possam realizar o tratamento de pessoas infectadas pelo novo coronavírus, em sua maioria, idosos e pessoas com problemas crônicos que podem ser tratados em casa, caso recebam assistência adequada nos primeiros dias da infecção. Objetivo principal é diminuir em até 50% a incidência de contaminação, de internações e de mortes de idosas e em condições crônicas de saúde.


O plano aderido foi concebido pelo Departamento de Atenção Primária Políticas e Programas Estratégicos (Dape) da Sesacre. A ação visa trabalhar junto com os municípios, que por meio de seus profissionais de saúde, vão fazer um acompanhamento diário desses grupos, tendo como meta desafogar os leitos de UTI que hoje são ocupados, em sua maioria, por esse público. Só para se ter uma ideia, de acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), o Acre tem hoje 71.147 habitantes acima dos 60 anos. E o número alto de casos da doença nessa faixa etária ameaça constantemente de colapso o sistema público de saúde.


Então a lógica é a seguinte: medidas preventivas para que o idoso e a pessoa com problemas crônicos serão enfatizadas. Mesmo assim, em caso de contaminação, os agentes de saúde serão treinados para uma espécie de manejo clínico,  evitando que o estado de saúde do paciente se agrave e ele tenha que precisar de internação. Além das visitas domiciliares, o plano contará também com um sistema de call-center, em parceria com as secretarias de saúde.


O Prefeito Bené Damasceno agradece a Sesacre pela iniciativa, diz que a adesão foi voluntária e acredita que muitas vidas serão salvas.

"Quero agradecer ao Governador Gladson Cameli, a Sesacre e a minha equipe, que se prepara para este novo desafio, a meta é audaciosa, e estamos confiantes que salvaremos muitas vidas" reforçou o prefeito.