Dengue: Prefeitura intensifica orientações sobre a dengue e alerta para possível aumento de casos

Casos de dengue devem aumentar no período chuvoso.


A Prefeitura de Porto Acre vem intensificando o trabalho de visitas as residências, comércio e locais que possam ter água parada e serem criadouros e focos de dengue, realizando orientação aos usuários, a fim de evitar o aumento de casos de dengue.

De acordo com a equipe do deparmento de endemias, com as temperaturas elevadas e a volta do período chuvoso, o risco de proliferação do Aedes aegypti é maior e consequentemente aumenta o número de contaminação de dengue. "Afim de evitar o aumento de casos o prefeito determinou a visita as casa, comércios e locais que possam ter água parada, estamos trabalhando para conscientizar a população" disse os agentes de endemias.


A transmissão da dengue acontece através da picada da fêmea do mosquito Aedes Aegypti, que provoca sintomas como dor nas articulações, no corpo, na cabeça, náuseas, febre acima de 39ºC e manchas vermelhas no corpo. As picadas pelo mosquito da dengue acontecem geralmente nas primeiras horas da manhã ou no final da tarde, especialmente na região das pernas, tornozelos ou pés. Além disso, a sua picada é mais comum durante o verão, sendo por isso recomendado usar repelentes no corpo e inseticidas na casa, para proteção.


A prevenção da dengue pode ser feita com práticas simples que evitam, principalmente, a reprodução do mosquito transmissor, através da eliminação de objetos que acumulem água parada como pneus, garrafas e plantas. É importante que todas as pessoas que vivem próximas, no mesmo bairro, tenham estes cuidados contra a dengue, pois só assim é possível reduzir as chances de transmissão da dengue.


Alguns dos cuidados mais importantes para a prevenção da dengue são:


1. Eliminar os focos de água parada

O mosquito que transmite a dengue se prolifera em locais com água parada, por isso eliminar os focos de água é um cuidado essencial para evitar que o mosquito se reproduza:


  • Manter os pratos de vasos de flores e plantas com areia;

  • Guardar garrafas com a boca virada para baixo;

  • Limpar sempre as calhas dos canos;

  • Não jogar lixo em terrenos baldios;

  • Colocar o lixo sempre em sacos fechados;

  • Manter baldes, caixas d´água e piscinas sempre tampados;

  • Deixar pneus ao abrigo da chuva e da água;

  • Eliminar copinhos plásticos, tampas de refrigerantes, cascas de coco em sacos que possam ser lacrados;

  • Furar latas de alumínio antes de ser descartadas para não acumular água;

  • Lavar bebedouros de aves e animais pelo menos uma vez por semana;

Caso uma pessoa identifique um terreno baldio com lixo acumulado e objetos com água parada é preciso avisar uma autoridade competente, como a Agência Nacional de Vigilância Sanitária - Anvisa no telefone 0800 642 9782 ou ligar para prefeitura de Porto Acre ou denunciar através do sistema e-sic - opção Denúncia.


2. Evitar ser picado pelo mosquito

Como a dengue é transmitida pelo mosquito Aedes aegypti, é possível prevenir a doença através de medidas que evitem a picada deste mosquito, como por exemplo:

  • Usar calça comprida e blusa de manga comprida em tempos de epidemia;

  • Passar repelente diariamente as áreas expostas do corpo, como rosto, orelhas, pescoço e mãos;

  • Ter telas de proteção em todas as janelas e portas da casa;

  • Acender uma vela de citronela em casa, pois ela é repelente de insetos;

  • Evitar ir em locais com epidemia da dengue.

  • Antes de aplicar qualquer tipo de repelente, verifique se o produto é liberado pela Anvisa e se contém menos de 20% dos princípios ativos como DEET, icaridina e IR3535.

Faça sua parte, ajude o município a combater a dengue em Porto Acre.


0 comentário