Campanha contra o desperdício de água é promovida em Porto Acre


O consumidor que souber de algum desperdício pode entrar em contato com os números 3262-1029 e 99978-2311.

Um dos itens fundamentais para a saúde e a qualidade de vida de todos os seres é a água. Seu uso em tempo quente e de seca provoca o aumento do consumo e gera problemas que dificultam a amplitude de acesso a esse recurso, como o desperdício.

Nesse sentido, orientações e serviços estão sendo realizados pelo Departamento Estadual de Pavimentação e Saneamento (Depasa) na cidade de Porto Acre.

“O reservatório de cidade apresentou uma redução drástica no volume de água no período de forte da estiagem, fato que causou dificuldades para o processo de captação. No entanto, as chuvas começaram a cair e estabilizou o seu nível, porém, a situação ainda é de alerta”, destaca o gerente da unidade do Depasa em Porto Acre, Raimundo Chaves.

Com o objetivo de evitar maiores danos à população, a autarquia recebe o apoio da Operação Carro-Pipa, no intuito de garantir o acesso à água potável.

“Uma equipe técnica percorre essas localidades, detectando pontos críticos e de desperdício, prestando toda a assistência à comunidade e articulando o abastecimento para mais de três mil famílias residentes no município e na Vila do Incra, que estão sendo atendidas por dois carros-pipas”, informa Chaves.

Simples mudanças de atitude, como evitar que caixas de água fiquem derramando ou lavar calçadas e até trechos de ruas com água tratada, podem ser tomadas, como relata a moradora Raimunda da Silva.

“Reaproveito a água da chuva, encho minha caixa, baldes e uso para fazer a limpeza, além de sempre ficar atenta a qualquer vazamento, pois a água é um bem de todos, e o que eu gasto desnecessariamente falta para o vizinho”, comenta.

Márcio de Oliveira também recebeu a visita dos agentes técnicos em sua casa e relembrou das dificuldades de ter água na época de intensa estiagem.

“No tempo da seca, todos ficaram preocupados com a falta de água. Agora, com o sistema se normalizando e a ajuda dos caminhões-pipas, sempre vejo desperdício, e isso está errado, pois tempos que economizar água todos os dias”, disse.